• A Tribuna Do Cariri

Análise: Uma disputa acirrada para a Câmara Federal em 2022 na PB



Se a disputa majoritária em 2022 será acirrada, com forte disputa para os cargos de governador e senador, ainda é cedo, para dizer, pois sequer os postulantes, a exceção de João Azevêdo, estão definidos.


No entanto uma disputa que começa a pegar fogo nos bastidores é a corrida por uma das 12 vagas de deputado Federal no ano que vem.


A disputa envolve os atuais parlamentares, que já estão em contatos com suas bases, em busca da reeleição e novos atores, que já começam a se movimentar, também nos bastidores, com a finalidade de formar corpo para uma candidatura à Câmara Federal.


Entre os atuais detentores do ‘broche’, pelo menos 10 já sinalizaram que irão para a reeleição. Apenas Efraim Filho (DEM) e Aguinaldo Ribeiro (PP) pretendem dar voos mais altos e costuram candidaturas ao Senado Federal.


Quem for disputar novamente um assento na Câmara dos Deputados terá que contabilizar na concorrência figuras novas, como por exemplo, o vice-prefeito de Cabedelo, Emerson Lucena (PP), filho do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP).


Também integram a frente dos novatos o secretário de Articulação Política da Paraíba, Murilo Galdino (Avante), que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, o empresário Dalton Gadelha (PSC) e o radialista Nilvan Ferreira, que obteve uma expressiva votação nas eleições municipais de 2020, para prefeito de João Pessoa.


No caso de Emerson e Murilo, o que será determinante para o êxito deles é o poder de aglutinação e transferência de seus padrinhos políticos, Cícero e Adriano, respectivamente. Em relação a Dalton, o histórico da família Gadelha junto com o sucesso empresarial serão determinantes. Nilvan contará com a força do ‘bolsonarismo’ na Paraíba, aliado ao que ele mesmo conquistou durante as eleições de 2020.


Todos aguardam as definições das regras eleitorais de 2022 para montarem as estratégias e aprofundar a pré-campanha.

0 comentário

BLOG