• A Tribuna Do Cariri

Após interferência do PT nacional, membros do PT denunciam perseguição de Ricardo Coutinho e



O ex-presidente do PT da Paraíba, Charlinton Machado, decidiu se posicionar sobre as discordâncias envolvendo os rumos do partido na Paraíba. Após interferência do PT nacional na Paraíba, Machado juntamente com outras lideranças locais do partido, escreveu uma carta dirigida a Jackson Macedo, atual presidente local do PT, afirmando que estão deixando direção do partido.

]

A executiva nacional do PT aprovou em votação uma intervenção na Paraíba para determinar a recomposição do diretório e da executiva estadual do partido no estado, no mês passado, o que levou o grupo de Ricardo Coutinho ao poder na legenda.

"Nós, abaixo-assinados e assinadas, em total repúdio, na condição de cassados e perseguidos, deixamos a direção do PT da Paraíba, registrando que a atual situação que ora vivenciamos é fruto de um arranjo político promovido pelo Sr. Ricardo Coutinho, continuaremos filiados ao PT na defesa intransigente da política que amplie as condições de termos na Paraíba a melhor campanha em favor de Lula Presidente", expressa a carta.


O documento ainda faz críticas contundentes a postura de Jackson Macedo. "Vivenciamos tempos estranhos no PT paraibano sob a sua presidência. Há muito suas atitudes são de fazer questão em compactuar com afrontas, passando a ignorar as regras estatutárias e transparecendo que obedece ordens, quaisquer que sejam elas. Demonstrando estar sintonizado com uma prática de caráter stalinista".


O documento conclui lamentando os últimos fatos, "O PT sempre foi um partido extremamente democrático, mas, sob a sua Presidência, as reiteradas requisições para que a Direção Nacional imponha o seu autoritarismo em desacordo ao estatuto, pelo simples fato de ter perdido a maioria, faz de você um ventríloquo de um enredo triste".

A Tribuna do cariri

Click PB

0 comentário

BLOG