• A Tribuna Do Cariri

Bolsonaro diz que indicará André Mendonça para vaga de ministro do STF



O presidente Jair Bolsonaro afirmou publicamente nesta quarta-feira (7) que indicará o atual advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, a uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele já havia informado aos demais ministros da decisão em reunião nesta terça-feira.


Mendonça terá se submeter a uma sabatina no Senado. Em seguida, a indicação será votada no plenário. Se aprovado, ele substituirá o ministro Marco Aurélio Mello, decano (mais antigo ministro) do tribunal, que se aposenta no próximo dia 12. O presidente disse que vai indicar o atual advogado-geral da União como forma de honrar seu compromisso com Mendonça.

“Hoje em dia, é nossa intenção, sim, indicar o André Mendonça para o STF. Além de ele ser evangélico, — ele é evangélico, não quer dizer que é uma virtude dele, é um direito dele acreditar na Bíblia ou não acreditar. Mas ele tem um notável saber jurídico, é uma pessoa humilde”, disse Bolsonaro durante a entrevista.

A formalização da indicação de Mendonça ao Senado deve ocorrer assim que Marco Aurélio Mello se aposentar. Em reunião no último dia 8, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, pediu a Bolsonaro para aguardar a aposentadoria de Marco Aurélio Mello para fazer a indicação.

Após a formalização, Mendonça será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ). Na sequência, a indicação será submetida à votação no plenário da Casa. Ele precisará da maioria (41) dos votos dos 81 senadores para se tornar apto a ocupar a cadeira de ministro da Suprema Corte.

Na entrevista à rádio, Bolsonaro ainda destacou que Mendonça é a pessoa “ideal” e “muito boa” para o STF.

"É um homem humano, sério, humilde. Falou que não abre mão das suas convicções. Respeita todo mundo. É uma pessoa ideal para o Supremo, muito boa para o STF", declarou Bolsonaro.


A Tribuna do Cariri

G1

0 comentário

BLOG