• A Tribuna Do Cariri

Demanda dispara e ocupação de UTI para Covid-19 chega a 100% em três capitais



Em tendência de alta, a demanda por leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para tratamento da Covid-19 cresceu ao longo da última semana, e a ocupação chegou a 100% em três capitais nesta segunda-feira (31).


Curitiba, Campo Grande e Aracaju enfrentam um cenário de colapso no sistema de saúde pública, com ocupação igual ou superior a 100% dos leitos, e registram filas de pacientes infectados com o coronavírus aguardando por uma vaga de terapia intensiva.


Ao todo, são dez capitais com ocupação de leitos acima de 90%, sendo que em oito delas mais de 95% das vagas disponíveis estão ocupadas. Na maior parte dos casos, os leitos disponíveis são os que vagaram recentemente e ainda estão sendo preparados para receber novos pacientes. Há capitais em cenário crítico em todas as cinco regiões do país.

Dentre os estados do Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso inspiram maior preocupação, mas também há tendência de alta na demanda por leitos em Goiás.


Apesar de ser o estado com a mais alta taxa de vacinação do país, com 29% da população que já recebeu a primeira dose, Mato Grosso do Sul está com os hospitais superlotados e criou vagas improvisadas de atendimento, chegando a 105% de ocupação de UTIs.


De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo Resende, o quadro crítico é fruto das aglomerações, festas clandestinas e do fato de parte da população ter deixado de usar máscaras. "Infelizmente, somos o estado onde há menor cooperação das pessoas", afirmou.


Diante do cenário, prefeitos de mais de 60 cidades sul-mato-grossenses estudam implantar medidas mais duras de combate à pandemia durante o feriado de Corpus Christi, como toque de recolher entre 20h e 5h, barreiras sanitárias, proibição de consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos e suspensão da operação dos ônibus intermunicipais.


Na capital, Campo Grande, os hospitais estão lotados e já há mais pacientes internados em UTIs do que leitos disponíveis, fazendo a ocupação chegar a 101%. Há 124 pessoas aguardando na fila de espera.


A Tribuna do Cariri

Com Folha Press

0 comentário

BLOG