• A Tribuna Do Cariri

Estuprador de Queimadas fugiu de Máxima PB1


O mentor da ‘barbárie de Queimadas’ fugiu da Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, em João Pessoa, conhecida como PB1, na noite dessa terça-feira (17), enquanto trabalhava na cozinha e buscava alimentos no almoxarifado.

Eduardo dos Santos Pereira foi condenado a 108 anos de prisão por ser o responsável intelectual do estupro coletivo de cinco mulheres, que resultou na morte de duas delas. O crime ocorreu em 2012, na cidade de Queimadas, região de Campina Grande.

O secretário de Administração Penitenciária (Seap), Sérgio Fonseca, disse à TV Correio, nesta quarta-feira (18), que o detento fugiu por uma porta lateral de acesso do almoxarifado e que os serviços de Inteligência da Pasta e da Secretaria de Segurança já estão trabalhando para localizá-lo.

Quatro policiais penais que trabalhavam no setor onde ocorreu a fuga foram detidos e um deles acabou sendo autuado por facilitação da fuga. Um inquérito policial e um procedimento administrativo interno foram abertos para investigar a conduta dos policiais penais.


Página 1PB

0 comentário

BLOG