• A Tribuna Do Cariri

Leitura Solidária: professor de Taperoá cria projeto para pessoas que desejam ler

Inusitado, é esse o termo correto para definir o projeto de Leitura que foi criado por Valtécio Rufino da Silva, professor de História e fotógrafo, morador da cidade de Taperoá-PB. O docente é apaixonado por leitura e criou o projeto Leitura Solidária onde leva livros gratuitamente aquelas pessoas que desejam ler, mas não dispõe de livros em suas casas e não tem condições de comprar.

Criado no início deste ano de 2022, o projeto já levou aos leitores de Taperoá mais de uma centena de livros dos mais variados assuntos. Para ter acesso ao livro, o leitor chama o professor pelo WhatsApp e ele disponibiliza a relação dos mais de 500 títulos que estão à disposição e, depois da escolha, Valtécio leva o livro até o endereço do leitor sem qualquer custo e dá 30 dias para que leia.

Fulgindo dos clichês e das alegorias, comum dos projetos até então apresentados, o Leitura Solidária é diferente e inova em vários aspectos, o que faz dele um projeto original. O uso das ferramentas modernas de comunicação, mídias sociais, rádio, entre outros, é um dos diferenciais do projeto do professor que já foi até convidado para uma live conduzida pelo Dr. Alfredo Boulos, que é autor de livros didáticos. O professor também foi entrevistado por Jaqueline Oliveira e participou de programa na Taperoá FM.

Para conseguir livros, o idealizador do LS iniciou uma campanha de arrecadação de livros, e com essa ação foi possível aumentar o acervo e garantir mais opções de livros para os leitores. O professor recebeu livros de pessoas comuns e instituições como a UEPB que doou cem livros.


0 comentário

BLOG