• A Tribuna Do Cariri

Saída de Alckmin do PSDB foi antecipada por reunião com o PSB de São Paulo



Na véspera de anunciar sua desfiliação do PSDB nesta quarta-feira (15), o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin teve uma reunião com a cúpula do PSB no estado. Estiveram na reunião o ex-governador de São Paulo Marcio França, o deputado estadual Caio França, filho de Marcio, e o secretário-geral do partido em São Paulo, Mario Luiz Guide.


Os detalhes da reunião não foram inteiramente conhecidos, mas ela está sendo interpretada dentro do PSB como o passo final para que Alckmin venha de fato a se filiar ao partido para vir a ser o candidato a vice-presidente na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.


A principal constatação é exatamente o fato de Alckmin anunciar sua desfiliação do PSDB um dia depois desse encontro.


Uma fonte do Congresso em Foco Insider contou como foi se dando ao longo deste ano a maturação da ideia de formação de uma chapa entre Lula e Alckmin. A ideia original foi de Marcio França, e no começo ela não foi levada muito a sério. Mas Alckmin foi começando a considerar a ideia como algo interessante dentro de um caminho de amadurecimento em um momento em que a democracia está em risco pelas posições radicais de certos setores ligados ao presidente Jair Bolsonaro.


A chapa seria um momento de reconstrução democrática, de “ressignificação da política”. Sindicalistas ligados ao Solidariedade trabalharam também para amaciar a ideia junto a sindicalistas do PT.


Congresso em Foco

0 comentário

BLOG